Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



100 Dicas para arranjar namorado estreia em Manaus
Por Viviane Oliveira,
sábado, 28 de maio de 2016
 
 
 

100 Dicas para arranjar namorado estreia em Manaus
100 Dicas para arranjar namorado. / Divulgação

A peça entrará em cartaz dias 11 e 12 de junho no Teatro Manauara


Depois de uma temporada de sucesso com Daniele Valente e Christiano Cochrane em São Paulo (no Teatro Folha), no Rio de Janeiro (no Teatro dos Grandes Atores), o espetáculo 100 Dicas para Arranjar Namorado cumpre turnê pelo país e chega ao Teatro Manauara para apresentações nos dias 11 de junho (sábado), às 21h e no dia 12 de junho (domingo), às 19h. A peça, que agora tem Flávia Monteiro e Daniel Del Sarto no elenco, é uma divertida brincadeira na qual Flávia dá dicas claras e objetivas para as solteiras conseguirem um namorado. Baseado no livro homônimo de autoria da atriz Daniele Valente, o espetáculo tem direção de Eduardo Figueiredo. Em Manaus, os ingressos já estão à venda pelo site www.ingresse.com e na bilheteria do Teatro Manauara, localizada no Piso Buriti, do Manauara Shopping (Av. Mário Ypiranga Monteiro, 1300 – Adrianópolis).

Em esquetes, a atriz mostra dicas, toques, caminhos para ajudar a mulherada a se dar bem nas relações afetivas. Os homens são representados pelo ator Daniel Del Sarto, que substitui, nesta nova temporada, Christiano Cochrane. Daniel Del Sarto dá vida a todos os papéis masculinos da peça.

E essas dicas dão certo? “Ô, se dão! A peça tem roupagem de brincadeira, mas as dicas são sérias. Eu as coloquei em prática, estou casada há quatro anos e tenho a Valentina, minha filha de dez meses”, conta a atriz e autora do livro, Daniele Valente, que atuou na primeira temporada e que também adaptou o texto para os palcos, em parceria com Cacau Hygino. É o primeiro texto que ela escreve para teatro, depois de ter escrito para TV, e de ter publicado um livro.

A reflexão sobre o universo feminino é a proposta que traz o diretor Eduardo Figueiredo. “As brincadeiras com Santo Antônio, as simpatias, os jogos emocionais são colocados em cena de forma muito engraçada e leve, que atrai tanto os homens quanto as mulheres. E a peça mostra que mesmo na atualidade as mulheres buscam relacionamentos sérios, sim, e fazem de tudo para conseguir o tão sonhado namorado”, brinca.

A história

O livro, que nasceu no Twitter, virou peça. E tudo começou com frases no microblog da atriz – que ela faz questão de escrever pessoalmente-, postadas às sextas-feiras. As dicas faziam sucesso, os seguidores respondiam dizendo que funcionava. Daí veio a ideia do livro, que inicialmente foi lançado em versão online em inglês e português, e que na sequência resultou nessa divertida adaptação para o Teatro, que contou com a colaboração de Cacau Hygino para a adaptação para os palcos. Graças ao sucesso da temporada de 8 meses em São Paulo, onde o espetáculo estreou, o livro foi editado e ainda negocia-se para virar uma série de TV.

SOBRE FLÁVIA MONTEIRO

Nascida no Rio de Janeiro iniciou sua carreira no cinema, em 1986, no filme A Menina do Lado, com direção de Alberto Salvá, após vencer mais de 400 candidatas que concorriam para o papel de Alice, uma adolescente que vive um caso de amor com um quarentão, Mauro, interpretado por Reginaldo Faria. A atriz tinha apenas 14 anos na época, e suas cenas de nudez e sexo simulado com o ator causaram polêmica, chocando o público mais conservador, porém sendo reconhecida pela crítica e premiada logo no primeiro trabalho, como atriz revelação no Festival de Gramado.

Depois atuou no delicado Sonhos de Menina Moça, de Tereza Trautman, filme que reuniu importantes atrizes do cinema nacional: Tônia Carrero, Marieta Severo e Louise Cardoso, entre outras. Participou também da fantasia O Gato de Botas Extraterrestre, de Wilson Rodrigues, e do juvenil Manobra Radical, de Elisa Tolomelli.

Em 1988, estreou no teatro com o musical infantil Desenhos Animados. Nos palcos, interpretou textos de autores consagrados que vão de Shakespeare a Nelson Rodrigues. Ainda no teatro trabalhou com Irene Ravache em A Presença de Guedes, de Miguel Paiva.

Seus primeiros trabalhos em televisão foram Vale-Tudo, de Gilberto Braga, Salomé e alguns episódios do Você Decide na Rede Globo, além de Pantanal na Rede Manchete, depois de dois anos dedicado ao teatro foi para o SBT em 1994, para fazer a novela Éramos Seis. Depois vieram o humorístico Brava Gente e a novela Sangue do Meu Sangue.

Seu maior sucesso ocorreu entre 1997 a 2001 no papel de Carolina, a responsável pelas meninas do orfanato, da novela infantil Chiquititas, uma parceria da Rede de Televisão Argentina Telefé com o SBT. A novela exigia inúmeras apresentações vocais e mostrava clipes, a atriz fez aulas de canto e lançou dois discos solo, além dos CDs da novela, soltou a voz também nos palcos em musicais como Frisson.

Em 2005, Flávia atuou na novela Os ricos também choram, no mês de maio do mesmo ano foi capa da revista masculina Playboy, segundo ela, realizou o ensaio sensual para se desvincular da figura meiga e comportada que a novela infantil deixou. Em 2006, Flávia participou do filme Gatão de Meia-Idade, onde assina também a assistência de direção da adaptação cinematográfica do personagem criada pelo cartunista Miguel Paiva. Na televisão, fez participação nos últimos capítulos da novela Bang-Bang e viveu a vilã Maria Lúcia Campobello de Queiroz na novela Vidas Opostas, na Rede Record.

Em 2009, se formou no curso de Cinema, na Universidade Gama Filho e fez turnê com a peça As Favas com os Escrúpulos, atualmente dirige em parceria com o cineasta Diogo Fontes o documentário da Ana Botafogo, contratada da Record desde 2006, atua como a durona investigadora Marta na novela Ribeirão do Tempo de Marcilio Moraes e direção de Edgard Miranda.

SOBRE DANIEL DEL SARTO

Profissional de múltiplos talentos, Daniel Del Sarto se aperfeiçoa a cada projeto e acumula – em quase 20 anos de carreira – conquistas em diversos setores da arte.

Aos 11 anos aprendeu a tocar o violão e aos 16 já se apresentava cantando profissionalmente em bares e casas noturnas da Tijuca, bairro tradicional do Rio de Janeiro.

Hoje Del Sarto se apresenta com sua banda por todo Brasil. É impossível assistir ao show e não se envolver. O som contagiante inclui composições próprias e músicas conhecidas que convidam todos a cantar junto. É um show pra ver, sentir, refletir e dançar.

Um bom exemplo dessa troca de energia com o público foram os shows que Daniel fez pela Prefeitura do Rio no Projeto Rio Sempre Música, ao lado de Sandra de Sá, Alcione e Blitz, tocando para mais de 10 mil pessoas em cada um deles.

Nas canções autorais as mensagens de reflexão, relacionamentos e questionamentos existenciais são alguns dos temas presentes em suas letras e rimas: “E você? Vai continuar aí sentado, cara de sono, paralisado, controle remoto na mão? Sem questionar o que te dizem isso nunca vai mudar. Levanta, grita, escreve, cria… Faz alguma coisa, cara!”. Trecho de “Rap da Mídia”, de Del Sarto.

Reconhecido por seus trabalhos como ator em novelas e programas da TV Globo, em várias peças teatrais, musicais e em seus shows, Del Sarto arrebata as plateias com seu carisma, atitude e vigor. Desassossegado por natureza, Daniel conciliava as gravações semanais de ”As Aventuras do Didi” com a turnê do espetáculo “Mulheres Alteradas” pelos teatros do Brasil. Nesta comédia interpretava vários personagens masculinos, provocando gargalhadas na plateia com sua versatilidade.

O ator também dedica-se intensamente à produção de novas músicas que prometem balançar as plateias do Brasil. Para criar a sonoridade deste trabalho ao lado de Carlos Trilha – produtor reconhecido pelos discos de Renato Russo, entre outros – Del Sarto mistura aos seus violões e guitarras de levadas vigorosas os sintetizadores, loops e as programações eletrônicas. Levadas e letras contundentes, como em “Pense Muito Bem”, de Emerson Sperandio e Marco Audino: “Não reze sem fé porque não adianta / O que a gente colhe é o que a gente planta!”, dão o tom das novas faixas.

Sobre a autora Daniele Valente
Formada em artes cênicas pela Universidade do Rio de Janeiro, fez comunicação social na Estácio de Sá e fez também a oficina de atores da rede Globo em 1993. Atriz com 22 anos de carreira começou jovem, em 1993, no seriado  Confissões de Adolescente, com direção de Daniel Filho, na TV Cultura. Fez sua primeira novela em 1996, na Band, Perdidos de Amor, e em 1997 foi contratada da Globo, onde ficou até Dezembro de 2011. Na emissora, fez episódios de Você Decide, integrou o elenco em 1998 de Malhação e do seriado Mulher. Teve três quadros diferentes em Zorra Total e, posteriormente, no mesmo programa, foi roteirista, criadora e atriz do quadro Efigênia. Participou da Escolinha do Professor Raimundo e do Sítio do  Pica-pau Amarelo.  Fez a novela Pé na Jaca e os seriados Guerra e Paz, Cinquentinha, A Vida Alheia e Batendo o Ponto. Atualmente, é contratada do canal Multishow, onde está escalada para novo desafio no humor. No cinema, atuou em filmes como Zoando na TV, Dia do Pagamento, Os Porralokinhas, Xuxa e o Mistério de Feiurinha e pode ser vista atualmente em Colegas. No teatro, participou de A Casa de Chocolate, Barrados no Baile, Kabarett Valentin, Dose Forte, Palavras que me Cercam, Nem Morto, Minha Vida de Solteiro, Hoje me Chamo Dinorá e, recentemente, Mulheres Alteradas, também dirigida por Eduardo Figueiredo. Daniele Valente conquistou o Prêmio Master de Atriz  comediante Revelação de Televisão de 2001 e Prêmio Qualidade Brasil/São Paulo de Melhor Atriz Revelação Programa Humorístico de 2001.
Sobre o co - autor - Cacau Hygino

Cacau é ator de formação. Começou seus estudos aos 13 anos, passando pelo Tablado e pela CAL,no Rio de Janeiro. Em 1992, fez sua estreia profissional nas peças Robin Hood- A Lenda e Lisístrata. Em seguida atuou em Amanhã É Dia de Pecar, Uma Rosa Para Hitler, Fofíssimas Ladies Show, O Abre Alas e O Amigo Oculto. Na TV fez participações em Vira-Lata, Cara ou Coroa, América, Amazônia, Paraíso Tropical, Sete Pecados, Caminho das Índias, Vida da Gente e Dercy de Verdade. Fez parte do elenco de Negócio da China, SOS Emergência e Insensato Coração. Todos na Globo. Como autor, escreveu as obras Mulheres Fora de Cena (Ed. Globo/2005), Nós e Nossos Cães (Ed. Globo/2006), Virna – A Trajetória De Uma Guerreira (Casa da Palavra/2007), Fofoca (Espassum Editora/2008) e Herivelto Como Conheci (Espassum Editora/2011). Produziu em parceria com a Urca Filmes para a  GNT o programa Pet.Doc baseado em seu livro Nós e Nossos Cães. Produziu também a peça Fofoca, baseado também em seu livro que leva o mesmo título.  Em 2012 estreou como autor teatral. Escreveu em parceria com Daniele Valente a peça Dicas Para Arranjar Namorado .Adaptou sua obra Herivelto Como Conheci para o teatro, interpretada por Marília Pêra em 2012 no Teatro Net Rio e com apresentações em Portugal em dezembro de 2012. Suas próximas obras literárias em 2013 serão  os livros Momentos , biografia da atriz Nathalia Timberg, e o livro infantil Aninha Quer Dançar (Rovelle Editora), inspirado na bailarina Ana Botafogo.

Sobre o diretor – Eduardo Figueiredo

Sócio e Diretor de Criação da produtora manhas & manias projetos culturais, e Mestre em Teatro na USP/2000 (Universidade de São Paulo/USP), área de Arte e Cultura na América Latina.

Eduardo Figueiredo, é mestre em Teatro pela USP, encenador de diversos espetáculos e um dos principais produtores do atual teatro brasileiro. Entre as peças que dirigiu estão: “O Mistério do Fantasma Apavorado”, de Walcyr Carrasco, adaptação da obra de Oscar Wilde; O Fantasma de Canterville com Bia Seidl, Petrônio Gontijo e grande elenco, sucesso enorme de público e crítica em São Paulo e Rio de Janeiro.

Em 2008 dirigiu “A Soma de Nós”, de David Stevens, com Luiz Carlos de Moraes, Mara Manzan entre outros. Assinou, em 2010, como autor e diretor de “Só os Doentes do Coração Deveriam ser Atores”, com Antonio Petrin e em 2012, repetiu sua parceria em outro solo com o ator em “Ser Ator”, é idealizador e diretor de um dos maiores fenômenos do teatro brasileiro: “Mulheres Alteradas” adaptação do Best seller de Maitena, em cartaz desde 2010 com elenco de estrelas composto por: Luiza Tomé, Mel Lisboa, Adriane Galisteu, Samara Felippo entre outros. E em 2012, dirige outro enorme sucesso, a comédia, “100 dicas para arranjar namorado” com Daniele Valente e Christiano Cochrane.

É responsável pela direção de “Superadas”, também da cartunista argentina Maitena. E seu novo sucesso “Frida Y Diego”, sobre a grande artista Frida Kahlo com dramaturgia de Maria Adelaide Amaral, em turnê.

Em 2016 estão previstos outros espetáculos inéditos dirigidos por Eduardo: o espetáculo  infantil “Aprendiz de Feiticeiro”, de Goethe, adaptado especialmente por Antonio Calmon, “Um beijo em Franz Kafka”, com dramaturgia do premiado Sergio Roveri, além de “Gatão de Meia Idade” de Miguel Paiva e a comédia “Procuro o homem de minha vida, marido já tive” da autora argentina Daniela Di Segni com elenco estelar.

 

Sobre a produção – manhas & manias projetos culturais

 

Produtora com 20 anos de experiência em projetos culturais, com vários espetáculos premiados no currículo, entre eles: “Em Nome do Pai”, com Cláudio Cavalcanti e direção de Marcio Aurelio, “Só Os Doentes do Coração Deveriam Ser Atores” e “Ser Ator” ambos solos com Antonio Petrin, “O Mistério do Fantasma Apavorado” adaptação da obra de Oscar Wilde por Walcyr Carrasco, com Bia Seidl, Petrônio Gontijo, Iara Jamra, Duda Mamberti, Maurício Machado, estes três últimos espetáculos dirigidos por Eduardo Figueiredo. Também merecem destaque: “O Último Bolero”, com Francisco Cuoco, Adriana Lessa, Chico Tenreiro com direção de Gracindo Jr., “A Soma de Nós”, com Rogério Fróes, Mara Manzan, e participação em vídeo de Nicette Bruno e Ana Lucia Torre, “Cyrano”, espetáculo dirigido por Karen Acioly com Nívea Stelmann, Thierry Figueira, Tadeu Mello e Maurício Machado e supervisão de Bibi Ferreira, “As Traças da Paixão”, espetáculo de Alcides Nogueira, e direção de Marco Antonio Braz, com Lucélia Santos e Maurício Machado, “Avalon”, mega produção no Teatro do Sesi da Paulista, com Lucélia Santos, Caio Paduan e elenco de 15 atores. Além das comédias de sucesso: “Mulheres Alteradas”, da obra de Maitena, com adaptação de Andrea Maltarolli e direção de Eduardo Figueiredo, com Luiza Tomé, Mel Lisboa, Adriane Galisteu, Tânia Alves, Samara Felippo, Flavia Monteiro entre outros, “100 Dicas para Arranjar Namorado”, com Daniele Valente e Christiano Cochrane e part. em off de Marília Gabriela e Antonio Petrin, e “Batalha de Arroz num Ringue para Dois”, de Mauro Rasi, com direção de Jacqueline Laurence, e Nívea Stelmann e Maurício Machado com part. em off ainda de Miguel Falabella e Heloísa Périssé. Em 2013 a segunda  parceria  com Maitena na adaptação para teatro de seu segundo livro, “Superadas”, com dramaturgia de Miguel Paiva, com Catarina Abdalla, Mel Lisboa, Raphael Viana e Flávia Guedes. Em 2014 “Frida Y Diego” com dramaturgia de Maria Adelaide Amaral, com Leona Cavalli e José Rubens Chachá, em cartaz atualmente no Teatro J. Safra, em São Paulo.

Para 2016 e 2017, os inéditos: “M, O Vampiro de Dusseldorf”, baseado na obra de Fritz Lang, com adaptação de Fernando Bonassi, Stênio Garcia encabeçando o elenco e direção de Ulysses Cruz; ”Um Beijo em Franz Kafka” de Sergio Roveri; 'Gatão de Meia-Idade', pela primeira vez no teatro depois da adaptação para o cinema, com Marcos Mion e Danielle Winits; “Procuro o homem de minha vida, marido já tive” da autora argentina Daniela Di Segni com elenco: Paloma Bernardi, Regiane Alves e Adriane Galisteu; A adaptação do famoso novelista e dramaturgo Walcyr Carrasco, de “Rapunzel” para os palcos; Da obra de Goethe o “Aprendiz de Feiticeiro”, primeira peça de teatro do premiado novelista Antonio Calmon, esses com direção de Eduardo Figueiredo e ainda, previsto um sucesso encenado em mais de 80 países: 'O Veneno do Teatro', texto premiado em mais de 62 países e que trará ao Brasil, o celebrado e mais importante nome da direção na Espanha, Mario Gas, para encená-lo com atores Brasileiros.

 

Publicidade




TecVidros
   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Cinema
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Cyber Café
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Hotspots (wi-fi)
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


Whatsapp Manausonline:
whatsapp (92) 98252-0123    


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2019