Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



Professores da sede da Ufam referendam a greve geral
Por Assessoria de Comunicação da ADUA,
sábado, 19 de novembro de 2016
 
 
 

Professores da sede da Ufam referendam a greve geral
Professores da sede da Ufam referendam a greve geral. / Annyelle Bezerra

O indicativo de greve geral dos trabalhadores contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55, antiga PEC 241, foi aprovado por ampla maioria dos professores em Assembleia Geral realizada na tarde desta sexta-feira (18), no hall do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), setor norte do campus universitário.

Diferentemente da sede, os docentes dos campi da Ufam em Humaitá e em Parintins deliberaram, também por ampla maioria, pela construção da greve setorial na Educação. Até o momento, 26 universidades ligadas à base do Sindicato Nacional dos Docentes da Instituições de Ensino Superior (Andes-SN) aprovaram o indicativo de greve.

Durante a instância deliberativa em Manaus, várias falas destacaram o aspecto singular da greve geral, que não se limita à categoria docente, mas tem o objetivo de reunir trabalhadores das iniciativas pública e privada contra as medidas do governo Temer, as quais atacam principalmente a classe trabalhadora.

“Essa é a única estratégica capaz de frear a atuação de um Congresso insensível aos riscos da PEC 55. É a maneira que dispomos para fazer com que nossa voz seja ouvida lá [no Congresso Nacional]”, afirmou o professor Tom Zé Costa, sindicalizado da ADUA e ex-dirigente do Regional Norte 1 do ANDES.

O professor José Belizário Neto, do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), sugeriu a inclusão de todas as unidades acadêmicas no planejamento e realização de atividades de mobilização nas próximas semanas. Ele ressaltou ainda que o momento é favorável à articulação entre as diversas categorias, tendo em vista a expressiva mobilização realizada na última sexta-feira (11), no Centro de Manaus.

Outra grande mobilização está agendada para o dia 25 deste mês, cujo objetivo é pressionar os parlamentares da bancada amazonense a votarem contra a PEC 55.

A primeira votação do “pacote de maldades” no Senado ocorre no próximo dia 29 de novembro. Neste dia, entidades do movimento sindical e estudantil participarão da marcha Ocupa Brasília, convocada pelo ANDES. Neste sentido, outro ponto de pauta da AG foi a escolha dos representantes da Ufam que participarão do ato. Foram escolhidos, pela base da categoria, os professores Luiz Fernando Santos, do ICHL, e a professora Ida de Fátima Mourão, da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF).

Durante a AG, a categoria aprovou ainda uma moção de apoio aos técnico-administrativos da Ufam, proposta pela professora do curso de História Patrícia Sampaio. “Repudiamos a decisão autoritária da Administração Superior em cortar o ponto dos servidores em greve, o que fere a autonomia universitária”, diz trecho da nota.

Os resultados dessa rodada de AG deverão ser enviados para a secretaria do ANDES-SN e serão apreciados e encaminhados na próxima reunião conjunta dos Setores das IEES/IMES e IFES nos dias 19 e 20 de novembro, em Brasília.

 

Publicidade


   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2021