Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



Aedes aegypti passou a ser uma ameaça o ano inteiro
Por Três Comunicação,
terça-feira, 28 de março de 2017
 
 
 

Os especialistas alertam que doenças como Dengue, Chikungunya e Zika vírus são uma ameaça o ano inteiro, e não apenas no período de intensificação das chuvas, como o que ocorre nesta época do ano. O Aedes aegypti, mosquito transmissor dessas doenças, já se adaptou ao ambiente urbano. O alerta é do infectologista da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), Antonio Magela.
Ele explica que, ao longo do ano, independente da época, o mosquito encontra as condições apropriadas para se proliferar. A fêmea deposita os ovos, que podem ficar até mais de um ano viáveis, para depois eclodirem em contato com a água e tornarem-se insetos.

De acordo com o infectologista, o perigo é constante para todas as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, por isso a população deve permanecer em alerta. “As pessoas costumam preocupar-se somente nessa época do ano, por causa das chuvas e do consequentemente aumento no número de casos das doenças transmitidas pelo mosquito. A tendência é relaxarem nos cuidados após esse período”, disse ele.
Das três doenças causadas pelo Aedes aegypti, apenas a Dengue pode ser prevenida com vacina. Para as demais, Chikungunya e Zika vírus, a única forma de prevenção é o combate aos criadouros do mosquito.

A diretora da Clínica Vacinar, a médica Amanda Alecrim, diz que a procura pela imunização contra Dengue aumenta nessa época do ano, mas ela ressalta que o ideal é que as pessoas façam isso com durante todo o ano.

Ela explica que a vacina Dengvaxia é indicada para as pessoas de 9 a 45 anos, principalmente, para as que vivem em áreas endêmicas, como é o caso do Amazonas. A vacina é aplicada em três doses, com intervalo de seis meses entre elas. “A partir da primeira dose, a vacina já provoca uma resposta imunológica do organismo. Mas, para proteção total, é preciso concluir as três doses”, afirma Amanda, ressaltando que a Dengvaxia é contra-indicada somente para grávidas, lactantes e pessoas com imunidade comprometida.

Combate aos criadouros – Além da vacinação para se proteger contra Dengue, a população deve manter, durante todo o ano, uma rotina de combate aos criadouros do mosquito Aedes aegypti, o que lhes protegerá também contra Zika vírus e Chikungunya.

A vistoria deve acontecer em todos os ambientes da moradia, do trabalho e de todo e qualquer lugar que possa contribuir para o desenvolvimento do mosquito. O lixo despejado de forma incorreta nas ruas, por exemplo, propicia verdadeiros “hotéis” para os mosquitos. “O cuidado com o lixo é responsabilidade de todos. Não adianta limpar somente o quintal de casa, se na rua o lixo contribui para a proliferação do Aedes aegypti”, destaca o infectologista Antônio Magela.

Além do cuidado com o lixo, o infectologista reforça que a população deve ficar atenta ao acúmulo de água parada em vasos de plantas, garrafas, baldes, caixas d’água, baldes, entre outros.

 

Publicidade


   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2021