Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



Praia do Tupé sedia 2ª Corrida e Caminhada Ecológica Manaus
Por Prefeitura Municipal de Manaus,
segunda-feira, 6 de novembro de 2017
 
 
 

Praia do Tupé sedia 2ª Corrida e Caminhada Ecológica Manaus
Praia do Tupé. / Arlesson Sicsu / Semcom

O período de vazante revela paisagens de rara beleza nas praias da região amazônica. E esse foi o cenário escolhido para que corredores amadores e profissionais possam participar, no próximo dia 8/12, da 2ª Corrida e Caminhada Ecológica Manaus, na Praia do Tupé, situada na comunidade São João, uma das seis comunidades que integram a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, situada a 25 minutos de Manaus. As inscrições estão abertas a partir desta terça-feira, 7/11, e poderão ser feitas no site www.ticketagora.com.br.

A prova é realizada pela Prefeitura de Manaus, por meio das secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Juventude Esporte e Lazer (Semjel), em parceria com a Associação dos Locutores Esportivos do Amazonas (Aclea).

O trajeto da prova terá aproximadamente três quilômetros, com saída e chegada no Centro de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável Professor Roberto Vieira, no lado leste da praia, na parte alta em terra firme. No trajeto, será possível ao corredor ter o contato com a natureza preservada e a adrenalina de superar desafios como areais, trilhas dentro da floresta, trechos de charco e travessia de igarapés. Em visita técnica realizada no último domingo, 5, técnicos da Semmas, juntamente com o professor doutor Gilmar Couto, da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), fizeram o reconhecimento do trajeto. “O percurso será inesquecível. Para quem participar, é uma oportunidade de conhecer e valorizar uma área preservada do município de Manaus”, explicou Gilmar Couto.

O objetivo do circuito de Corrida e Caminhada Ecológica, lançado em junho deste ano, com a prova realizada nas trilhas do Parque Municipal do Mindu, é exatamente o de fortalecer a gestão das áreas protegidas municipais. “Assim como o Mindu, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Tupé é um santuário natural de grande beleza e importância estratégica para o mosaico de unidades de conservação existentes no Baixo Amazonas. Ela integra o sistema municipal de unidades de conservação geridas pela Prefeitura de Manaus, razão pela qual decidimos incluí-la nessa estratégia de fortalecimento da gestão por meio da realização de atividades que levem esporte, lazer e cultura para as comunidades locais”, afirmou o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, reforçando a disposição do prefeito Arthur Virgílio Neto em manter essas áreas protegidas e criar novas unidades de conservação municipais.

O número de vagas para a 2ª Corrida e Caminhada Ecológica – Etapa Tupé é limitado. Serão 300 vagas. Os participantes sairão da Marina do Davi, às 6h30, em cinco embarcações, cada uma com capacidade para 50 pessoas. “Essa iniciativa é uma nova alternativa de levar as pessoas para conhecer a região do Tupé e apoiar a Prefeitura de Manaus no processo de gestão da reserva, estimulando cada vez mais atividades que levem a grande massa para dentro das reservas, fazendo com que entendam, conheçam e valorizem as áreas protegidas”, afirmou o diretor de Áreas Protegidas da Semmas, Márcio Bentes.

O presidente da Aclea, jornalista Eduardo Monteiro de Paula, destacou a importância do evento para quem pratica o esporte e para os moradores da reserva. “A corrida vai movimentar também a comunidade e dar oportunidade para os moradores mostrarem seu artesanato e cultura, fomentando a geração de renda para as famílias, que tem no turismo de base comunitária a sua principal rentabilidade”, lembrou.

A RDS do Tupé fica localizada na confluência do Rio Negro com o igarapé Tarumã, numa área de 11.973 hectares, gerida pela Prefeitura de Manaus, por meio da Semmas. As seis comunidades que integram a reserva têm no turismo de base comunitária e na agricultura familiar as principais fontes de renda. As comunidades são: São João, Julião, Livramento, Agrovila, Tatu e Colônia Central. Elas contam hoje com aproximadamente 5 mil moradores.

Histórico de Criação

Durante sua primeira gestão como prefeito, na década de 90, Arthur Virgílio Neto já tinha as atenções voltadas para a importância da preservação ambiental da região do Lago do Tupé. Em 1990, ele declarou o local como Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie). Por meio da Lei Municipal 321, toda a área hoje abrangida pela reserva foi declarada como Unidade Ambiental do Tupé – UNA Tupé.

 

Publicidade




TecVidros
   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Cinema
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Cyber Café
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Hotspots (wi-fi)
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


Whatsapp Manausonline:
whatsapp (92) 98252-0123    


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2019