Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



As potencialidades da indústria da ópera na América Latina
Por Secretaria de Comunicação Social,
sexta-feira, 17 de maio de 2019
 
 
 

As potencialidades da indústria da ópera na América Latina
Teatro Amazonas. / Michael Dantas / SEC

Único polo de ópera constante do Brasil, ativo há mais de duas décadas, Manaus vai sediar, no próximo dia 26 de maio, o encontro “Os Teatros de Ópera e a Economia Criativa na América Latina”, no Centro Cultural Palácio da Justiça. O evento, que faz parte da programação do 22º Festival Amazonas de Ópera (FAO), tem como objetivo mostrar que o segmento não é “somente” uma atividade cultural, mas é também uma atividade econômica em potencial.

O FAO é realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), com patrocínio master do Bradesco, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cidadania e Secretaria Especial de Cultura. A abertura foi no dia 26 de abril e o evento segue com apresentações de ópera, recitais e concertos até 30 de maio.

O encontro terá participação do secretário especial da Cultura do Ministério da Cidadania, Henrique Medeiros Pires; dos secretários estaduais de Cultura, Marcos Apolo Muniz (AM), Sérgio Sá Leitão (SP) e Ruan Fernandes Lira (RJ); da diretora executiva do FAO, Flávia Furtado; do maestro e diretor artístico do FAO, Luiz Fernando Malheiro; da diretora executiva da Ópera Latinoamérica (OLA), Alejandra Martí; da chefe da Divisão de Assuntos Culturais, Solidariedade e Criatividade do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID-Chile), Trinidad Zaldivar; do presidente da Academia Brasileira de Música, João Guilherme Ripper; e do diretor executivo da Ópera da Colômbia – Fundação Camarin del Carmen, René Coronado.

De acordo com Flávia Furtado, diretora executiva do FAO, o encontro é essencial num momento em que a ópera é uma indústria em ascensão na América Latina e no mundo.

“Acompanho esse mercado internacional há quase 20 anos, e o que eu vejo é que houve uma grande renovação entre diretores de casas de ópera e a introdução de novos mercados. A China, por exemplo, é um país que está investindo pesado na indústria da ópera”, observa. “Há um interesse internacional grande pela América Latina, que está aparecendo como um potencial mercado a ser desenvolvido, e Manaus se coloca como protagonista dentro desse panorama”, pontua.

Para o secretário estadual de Cultura, Marcos Apolo Muniz, o encontro fortalece o segmento e permite uma maior abertura ao mercado internacional.

“Já somos um case de sucesso no fazer ópera. É uma produção que movimenta não só a cultura, mas a economia por trás dos bastidores”, destaca. “Com esse encontro vamos dar um passo à frente para a consolidação do FAO como referência em economia criativa, além de trocar experiência com o mercado internacional, alinhar intercâmbios de cooperação técnica, com intuito de aumentar a circulação e diminuir custos”, pontua.

Ciclo de palestras – Com extensa programação, que vai das 9h às 13h, o encontro apresentará um ciclo de palestras com a finalidade de trocar experiências positivas, identificar as potencialidades e discutir possíveis metas para superar os desafios.

Anfitrião do encontro, o secretário de Cultura do Amazonas, Marcos Apolo Muniz, falará sobre “As 22 edições do Festival Amazonas de Ópera, sua história e seu legado para Manaus”; o secretário de Cultura e Economia Criativa de São Paulo, Sérgio Sá Leitão, abordará o tema “Como a indústria da ópera pode se inspirar na implantação da indústria do audiovisual no Brasil”; e o secretário de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Ruan Lira, apresentará “O Teatro Municipal do Rio de Janeiro e a parceria com o FAO na montagem da ópera ‘Fausto’”.

Já a diretora executiva da Ópera Latinoamérica, Alejandra Martí, mostrará “A experiência do ‘Escena Marketplace’ como uma grande câmara de comércio para produtores de ópera”; por sua vez, Trinidad Zaldivar, chefe da Divisão de Assuntos Culturais, Solidariedade e Criatividade do BID, falará sobre “Economia da Cultura dentro do desenvolvimento sustentável no mundo e a experiência do Teatro Del Lago, no Chile”.

Também ministrarão palestras René Coronado, diretor executivo da Ópera da Colômbia, com o tema “A economia laranja na Colômbia e o investimento do Ministério da Cultura na Central Técnica de Produção do teatro Ópera da Colômbia”; João Guilherme Ripper, presidente da Academia Brasileira de Música, com a temática “Produção, circulação e intercâmbio de montagens – como amortizar custos”; e Flávia Furtado, diretora executiva do Festival, mostrando os “Aspectos econômicos do FAO e a cadeia produtiva da ópera”.

Acordo de colaboração – No mesmo dia, o secretário especial da Cultura do Ministério da Cidadania, Henrique Medeiros Pires, e a diretora executiva da OLA, Alejandra Martí, assinarão um acordo de colaboração entre o governo brasileiro e a entidade, que reúne teatros de ópera de toda a América Latina e Espanha. O acordo tem o objetivo de facilitar coproduções e intercâmbio de montagens. A cerimônia acontecerá às 18h, no Salão Nobre do Teatro Amazonas.

Sobre o 22º FAO – Em 2019, o FAO celebra o centenário de nascimento de Claudio Santoro com a apresentação da ópera “Alma”, do compositor e maestro amazonense. Também estão na programação “Ernani”, de Giuseppe Verdi; “Maria Stuarda”, de Gaetano Donizetti; “Tosca”, de Giacomo Puccini; e “Mater Dolorosa”, baseada na cantata “Stabat Mater Dolorosa”, de Giovanni Pergolesi.

Os ingressos para o FAO 2019 estão à venda na bilheteria do Teatro Amazonas e pelo site Bilheteria Digital (www.bilheteriadigital.com/teatroamazonas), com valores que vão de R$ 2,50 a R$ 60.

A programação do festival abrange ainda o Recital Bradesco, com canções compostas por Claudio Santoro; o projeto “Ópera Mirim”; o encontro “Os Teatros de Ópera e a Economia Criativa na América Latina”, voltado para apresentar dados e casos de sucesso sobre a Indústria da Ópera na América Latina; o concerto do Dia das Mães; e Mulheres da Ópera.

Sobre o Bradesco Cultura – Com centenas de projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. O Banco apoia iniciativas que contribuem para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de norte a sul do País, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte.

São eventos regionais, feiras, exposições, centros culturais, orquestras, musicais e muitos outros, além do Teatro Bradesco em São Paulo. Fazem parte do calendário 2019 atrações como o musical “O Fantasma da Ópera” e o Natal do Bradesco, em Curitiba.

Serviço: Encontro “Os Teatros de Ópera e a Economia Criativa na América Latina”
Data/hora: Dia 26 de maio, domingo, das 9h às 13h
Local: Centro Cultural Palácio da Justiça – Avenida Eduardo Ribeiro, 901, Centro

 

Publicidade




TecVidros
   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Cinema
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Cyber Café
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Hotspots (wi-fi)
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


Whatsapp Manausonline:
whatsapp (92) 98252-0123    


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2019