Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



Virada Sustentável chega à sexta edição em Manaus com formato online
Por Fundação Amazonas Sustentável,
quinta-feira, 5 de novembro de 2020
 
 
 

Virada Sustentável chega à sexta edição em Manaus com formato online
Virada Sustentável. / Divulgação / FAS.

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o festival deste ano terá ampla programação virtual e gratuita

Maior festival de sustentabilidade da América Latina, a Virada Sustentável Manaus, correalizada pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS), chega à sua sexta edição entre os dias 27 de novembro e 3 de dezembro. Neste ano, a mobilização ocorrerá pela primeira vez em formato online, possibilitando a participação de pessoas de todo o mundo.

A abertura do festival acontece no dia 27 de novembro, no Teatro Amazonas, com capacidade de público reduzida pela metade, em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. Nos dias 28 e 29 de novembro, ocorrerão atividades virtuais variadas e gratuitas, como meditação, yoga, contação de histórias, oficinas e apresentações artísticas. O Fórum Virada Sustentável Manaus 2020 encerra a programação, com debates online envolvendo especialistas de diversas áreas, entre os dias 30 de novembro e 3 de dezembro.

“Esta edição é uma oportunidade importante para levarmos para a população iniciativas inspiradoras, de uma forma bem interativa e contemporânea, propondo caminhos e soluções para a construção de um futuro mais sustentável”, destaca a coordenadora da mobilização em Manaus e coordenadora do Programa Cidades Sustentáveis da FAS, Paula Gabriel.

O festival

A Virada Sustentável é um movimento que tem a proposta de promover uma “virada” de consciência e estimular o engajamento da sociedade para a melhoria da cidade. Começou em 2011, em São Paulo, e se estendeu para outros lugares, como Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador, entre outros.

Manaus é a única cidade da Região Norte onde o festival é promovido. Em cinco edições, a iniciativa já alcançou 65,9 mil pessoas, mobilizou mais de 1,8 mil voluntários e realizou mais de mil atividades em aproximadamente 100 pontos da cidade.

Toda a mobilização é baseada nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), envolvendo temas como igualdade de gênero, saúde e bem-estar, consumo e produção responsáveis, educação de qualidade, redução das desigualdades, cidades e comunidades sustentáveis e erradicação da pobreza.

Novo formato

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, reforçando a importância do cuidado mútuo e o senso de coletividade, a programação da sexta edição foi adaptada ao cenário atual, para garantir a segurança das milhares de pessoas que participam anualmente da mobilização.

O festival terá intervenções visuais em alguns pontos cidade, sem público. O objetivo é levar os pedestres a refletir sobre questões como meio ambiente, consumo consciente, diversidade, saúde e outros aspectos que envolvem a construção de um futuro mais sustentável. Entre essas ações, está a projeção de frases em fachadas de prédios, no Centro de Manaus, executada pelo coletivo Projetemos, a pintura de faixa de pedestres nas cores da bandeira LGBTI+, em frente ao Teatro Amazonas, e uma exposição de mensagens escritas em letras gigantes, no Largo São Sebastião.

A programação também inclui o plantio de 200 mudas de árvores na comunidade indígena Parque das Tribos, no Tarumã; a ação “Vamos falar de política?” com a Embaixada Politize! Manaus; a ação “O Rio e o Lixo”, que será realizada de forma online pelos projetos Remada Ambiental, Grito D’Água e Igarapés Limpos, no Tarumã Açu; e um Clube do Livro com o especialista em história e historiografia da Amazônia, Joaquim Melo, proprietário da Banca do Largo, localizada em frente ao Teatro Amazonas.

No Instagram @viradasustentavelmanaus ocorrerá a maior parte das atividades, onde o público poderá acompanhar gratuitamente apresentações de artistas regionais, contação de histórias, talks sobre temas diversos, oficinas, sessões de yoga e meditação, entre outras iniciativas.

Fórum online

Ainda no ambiente virtual, no canal “Virada Sustentável”, no Youtube, será realizado o Fórum Virada Sustentável Manaus 2020, com a proposta de envolver a articulação e participação direta de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, coletivos de cultura, movimentos sociais, grupos independentes, entre outros, para apresentar uma visão positiva e inspiradora sobre a sustentabilidade e seus diferentes temas para a população. O evento terá um painel por dia, sempre às 10h de Manaus e 11h de Brasília, e interações com vídeos educativos que serão divulgados antes, durante e depois da programação.

Abrindo os debates, no dia 30 de novembro acontece o Painel Amazônia, com a participação do superintendente geral da FAS, Virgilio Viana, que mediará o encontro, além do líder indígena, ambientalista e escritor, Ailton Krenak, a pesquisadora sênior do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), Rita Mesquita, e a quilombola e militante do Centro de Estudos e Defesa do Negro (Cedenpa) da Rede Fulanas, Maria Luiza. 

O segundo dia terá o Painel Diversidade, reunindo a diretora de impacto na consultoria Think Eva e na ONG Think Olga, Maíra Liguori, o ativista LGBT+, comunicador social e homem transgênero, João Hugo, a enfermeira indígena da etnia Witoto, Vanda Ortega Witoto, e o especialista em Sexualidade, Gênero e Direitos Humanos e homem trans, Thiago Costa.

O tema Periferias e Mobilizações em Tempos de Pandemia será debatido no terceiro dia, pelo rapper, articulador cultural e ativista do cenário Hip Hop, Jander Manauara, a indígena do povo Sateré Mawé e ativista ambiental do Fridays For Future Brasil, Samela Sateré Mawé, a superintendente de Desenvolvimento Sustentável de Comunidades da FAS, Valcléia Solidade, e o presidente do bairro Redenção e da Cufamanaus, Wanildo de Lima Bezerra.

Encerrando a programação, o Painel Cidades dos Sonhos discutirá uma cidade possível, sustentável e com políticas públicas que pensem no futuro, junto com a coordenadora do Programa Cidades Sustentáveis da FAS, Paula Gabriel, a curadora do Global Shapers Hub São Paulo, Kamila Camilo, o coordenador da associação ciclística Pedala Manaus, Paulo Aguiar, e a jornalista atuante na área de mobilização social e comunicação para políticas públicas, Mariana Belmont.

 

Publicidade


   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2021