Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



Solo Vanessa propõe intercâmbio cultural do teatro negro da Bahia à cena preta periférica
Por Iris Brasil,
sexta-feira, 11 de dezembro de 2020
 
 
 

Solo Vanessa propõe intercâmbio cultural do teatro negro da Bahia à cena preta periférica
Solo Vanessa. / Larissa Martins

A performance percorrerá as zonas leste e norte manauara neste mês de dezembro.


Inicia na segunda-feira (14) a circulação da performance “Vanessa”, um solo sobre as vivências pessoais e a identidade étnica de uma mulher negra manauara homônima. As apresentações ocorrerão também nos dias 15 e 21 de dezembro, pelas zonas norte e leste da capital amazonense, sempre às 18h, de forma gratuita, sendo a primeira no Centro de Formação AWARÉ, localizado na rua Sucupira, n. 1111, bairro Colônia Terra Nova.

O projeto é a primeira direção da artista Daniely Lima, que iniciou esse processo cênico e os estudos sobre identidade negra ainda em sua graduação em Teatro. “O solo aborda questões identitárias da vida pessoal da intérprete, Kelly Vanessa, e o recorte de classe que tanto atravessam a situação socioeconômica quanto as relações afetivas e interpessoais. Falar da vida pessoal de alguém, principalmente quando se é a vida pessoal dessa intérprete, tem que ser um lugar de muita sensibilidade, porque a gente está lidando com a história de alguém, histórias reais”, disse a diretora.

A direção do espetáculo também se baseia em buscar referências ancestrais e pensar o corpo preto enquanto memória, prezando a ressignificação dos acontecimentos pessoais ocorridos à atriz ao longo de sua vida que a tornaram a mulher de hoje como um processo de cura e de criação de afeto com seu corpo.

“Estou hoje com 30 anos e nunca quis falar muito sobre minha identidade. Eu nunca quis me colocar como mulher preta. E hoje, que estou recém-formada em Teatro, comecei a pesquisar mais sobre as invisibilidades em relação às mulheres pretas de se reconhecerem. As pessoas usam muito a questão do ‘moreno’, da ‘morena’, e eu acho que hoje estou em um processo de reflexão, de escuta e de observação não somente dos que estão ao meu redor mas também do meu eu interior”, comentou a intérprete Kelly Vanessa sobre o processo árduo de reconhecimento de sua negritude.

Contemplado pela Lei Aldir Blanc através do Prêmio Manaus Conexões Culturais 2020, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Evento (Manauscult), “Vanessa” conta com a interlocução e provocação da atriz do Bando de Teatro Olodum (BA), Cássia Valle, uma das grandes referências do estudo artístico sobre memória ancestral e arte preta do Brasil.

“A Cássia Valle traz um refrigério e amparo para o processo. Ela trata com uma leveza essa questão de se reconhecer enquanto mulher preta que eu vejo e penso ‘Como ela consegue falar sobre assuntos tão doloridos para gente que tem sofrido e passado cada momento?’”, disse Kelly sobre as provocações da artista baiana.

Circulação do espetáculo

O solo “Vanessa”, que conta com a produção de Thalia Barbosa e Jonathan Farias, também tem o intuito de descentralização e será apresentado no Centro Cultural Sidney Cerdeira, no bairro Coroado 2, e no Centro de Convivência Pe. Pedro Vignola, na Cidade Nova, zonas leste e norte de Manaus, respectivamente.

“A gente estabeleceu que nós faríamos o mapeamento de alguns espaços culturais da cidade de Manaus localizados em áreas periféricas para abordar essas questões e então estão previstas as apresentações e, logo após, debates relacionados à gênero e identidade”, finalizou a diretora Daniely Lima.

As apresentações de “Vanessa”, por serem presenciais, terão a capacidade máxima para vinte pessoas, seguindo protocolos de segurança sanitária para evitar a contaminação pelo Covid-19, como o distanciamento entre os assentos e distribuição de álcool em gel na entrada dos espaços.

Para mais informações, entrar em contato pelo telefone (92) 98178-4713 ou pelos perfis no Instagram @daniely.lima_ ou @kellyvanessatpp.


Confira a programação

14/12 - 18h - Centro de Formação  AWARÉ. Rua Sucupira, n. 1111, Colônia Terra Nova.
15/12 - 18h - Centro Cultural Sidney Cerdeira. Rua Sete Quedas, n. 57, Conj. São Pedro, Coroado II.
21/12 - 18h - Centro de Convivência Pe. Pedro Vignola. Rua Gandú com Av. Noel Nutels, n. 119, Cidade Nova.


Ficha Técnica

Direção: Daniely Lima
Intérprete: Kelly Vanessa
Provocação: Cássia Valle
Produção: Thalia Barbosa e Jonathan Farias
Assessoria de Imprensa: Iris Brasil
Fotografia: Larissa Martins
 

 

Publicidade


   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2021