Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



Professores do Amazonas trocarão pajelas por Diário Digital
Por Três Comunicação,
segunda-feira, 18 de março de 2013
 
 
 

 

Vinte e uma escolas da rede estadual de educação passarão a utilizar, até o fim deste ano, o Diário Digital, no lugar dos antigos diários de classe, mais conhecidos como pajelas. Duas escolas já estão usando o novo sistema. O Diário Digital é uma nova e moderna ferramenta web de trabalho para educadores, desenvolvida pela empresa Processamento de Dados do Amazonas S/A (Prodam), e que compõe o Sistema Integrado de Gestão Educacional (Sigeam), administrado pela Secretaria de Estado da Educação do Amazonas (Seduc). A meta do Governo do Amazonas é adotar a ferramenta em toda a rede estadual de ensino, nos próximos anos.
 
O secretário de Estado de Educação do Amazonas, Rossieli Soares da Silva, destaca que a Seduc vem incorporando de forma planejada e contínua a utilização de sistemas informatizados na gestão escolar. Segundo  Rossieli, o Diário Digital é uma importante ferramenta de acompanhamento e monitoramento do estudante, tanto do ponto de vista quantitativo quanto qualitativo, pela escola. “O Diário nos permite um gerenciamento em tempo real, de informações como a quantidade de faltas e das notas dos nossos estudantes. Com base em relatórios que podem ser gerados sobre o quadro de desempenho do aluno, o professor e a escola podem intervir de forma muito mais eficaz”, destaca. 
 
O diretor presidente da Prodam, Tiago Paiva, explica que o software é uma espécie de agenda eletrônica, na qual professores podem armazenar, virtualmente, informações como frequência, conteúdo ministrado, agendamento de avaliações, lançamento de notas e conceitos, além de permitir melhor avaliação do desempenho dos alunos. Paiva frisa que a proposta é substituir, aos poucos, os diários escolares impressos, agregando em um único sistema o histórico do aluno. “Uma das vantagens do sistema é que o educador pode ter acesso, rapidamente, a relatórios gerenciais, que indicam automaticamente se um aluno alcançou a nota mínima exigida, de acordo com os parâmetros de desempenho pré-estabelecidos”, frisou. Desta forma, diz ele, além do professor, o gestor da escola, secretário, pedagogo e coordenador de distrito podem fazer melhor acompanhamento pedagógico dos estudantes.
 
O programa já está em uso em duas unidades da rede – Escola Estadual Nossa Senhora Aparecida, em Manaus; e na Escola Estadual Geny Bentes, localizada no município de Parintins. A previsão é que até o fim deste ano, 23 escolas estejam utilizando o sistema. Para o acesso ao sistema, a unidade de ensino deverá contar com a infraestrutura tecnológica adequada, com um computador em cada sala de aula.
 
A supervisora de Sistemas de Educação da Prodam, Helca de Oliveira, explica que o professor poderá, também, acessar o sistema fora da escola, utilizando computadores pessoais como notebooks. “Uma das facilidades da ferramenta é que o educador pode administrar o conteúdo, inclusive, de casa, quando necessário. Basta ter acesso à internet”, frisou.
 
A analista de sistemas da Prodam, Polyanna Silva, que atuou na fase de desenvolvimento da ferramenta, frisou que o sistema foi desenvolvido com base em modernos padrões de segurança da informação. “Cada professor recebe seu login e senha individual para acessar a ferramenta. Ele poderá visualizar as informações das turmas em que ele ministra aulas”, disse. A Prodam prevê ainda a segurança e o armazenamento das informações lançadas pelos professores no Diário Digital.
 
Na primeira fase de implantação do sistema serão contempladas as seguintes unidades: Escola Estadual Ana Neire Marques da Silva, na Cidade Nova; Angello Ramazzotti, no Adrianópolis; Arthur Araujo, em Nossa Senhora das Graças; Belarmino Marreiro, na Cidade Nova III; Cid Cabral da Silva, no Canaranas; Dom Milton Correa Pereira, na Cidade Nova II; Dra Zilda Arns Neumann, na Cidade Nova V; Ernesto Pinho Filho, no Monte das Oliveiras; Frei Mario Monacelli, no Alfredo Nascimento; Inspetora Dulcineia Varela Moura, no Novo Israel I; Isaac Benayon Sabba, no São Jorge; Escola Estadual Marcio Nery, no bairro Cachoeirinha; Marechal Hermes, no Nova Esperança; Maria Madalena Santana de Lima, no bairro Armando Mendes; Professor Julio Cesar de Moraes Passos, na Cidade Nova I; Escola estadual Professor Juracy Batista Gomes, no Amazonino Mendes; Professor Ruy Alencar, na Nova Cidade; Professora Jacimar da Silva Gama, em Petrópolis; Escola Estadual Raimunda Holanda de Souza, no bairro Amazonino Mendes; Senador Antovila Mourao Vieira, no São Lázaro; e Escola Estadual Vasco Vasques, no bairro Jorge Teixeira IV. O sistema já está em funcionamento nas escolas estaduais Nossa Senhora Aparecida, no bairro Aparecida; e Geny Bentes, em Parintins.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Publicidade




TecVidros
   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Cinema
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Cyber Café
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Hotspots (wi-fi)
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


Whatsapp Manausonline:
whatsapp (92) 98252-0123    


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2019