Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



Seminário discute implantação das Redes de Atenção à Saúde, novo modelo a ser adotado no SUS
Por Três Comunicação,
terça-feira, 28 de maio de 2013
 
 
 

As Redes de Atenção à Saúde (RAS), que estão em processo de implantação e fortalecimento em todo o País, têm a finalidade de imprimir um novo conceito de assistência, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo é substituir o modelo atual, por um sistema integrado de atenção à saúde, mais organizado, eficiente e resolutivo. Este novo modelo foi tema de um seminário que aconteceu na noite de segunda-feira (27), no auditório da Secretaria Estadual de Saúde (Susam), e que teve como palestrante convidado o médico sanitarista Eugênio Vilaça Mendes, consultor da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e autor de várias publicações sobre o assunto.
 
O secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, explica que o seminário teve a participação de médicos, enfermeiros, gestores das fundações do Governo do Estado na área da saúde e administradores das cooperativas (médicas e de enfermagem) que têm contrato com a Susam. “O objetivo do evento foi propiciar aos participantes uma compreensão mais ampla sobre o tema e promover, também, uma espécie de alinhamento conceitual, que facilite o processo de implantação das redes de assistência, no sistema público de saúde do Estado”, disse Alecrim.
 
Estão em fase de estruturação no Estado a Rede Cegonha, voltada para o atendimento materno-infantil; a Rede de Urgência e Emergência; a Rede de Atenção Psicossocial; Rede de Atenção ao Deficiente Físico; e Rede de Atenção às Doenças Crônicas. “O esforço e os investimentos que vêm sendo realizados pelo Ministério da Saúde e as secretarias estaduais e municipais para estruturar essas redes de assistência têm a finalidade de assegurar não apenas a melhoria dos serviços prestados aos usuários do SUS mas, também, a ampliação do acesso da população a esses serviços”, destaca Alecrim. 
 
Eugênio Vilaça ressaltou que a situação da saúde brasileira vem mudando, enfrenta o desafio de uma transição demográfica acelerada e uma situação de tripla carga de doenças: uma agenda não superada de doenças infecciosas e carenciais, uma carga importante de causas externas e uma presença hegemônica forte de condições crônicas. “Esta situação de saúde não poderá ser respondida adequadamente por um sistema de atenção fragmentado, episódico e voltado, prioritariamente, para condições agudas”, defende o especialista. Segundo ele, é necessária uma nova forma de organizar esse atendimento, em sistemas integrados, que atuem equilibradamente, sobre ações agudas e crônicas. Este é o princípio das Redes de Assistência à Saúde, frisou Vilaça.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Publicidade




TecVidros
   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Cinema
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Cyber Café
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Hotspots (wi-fi)
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


Whatsapp Manausonline:
whatsapp (92) 98252-0123    


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2019