Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



Corrida de Manaus terá corredores africanos
Por Semcom,
segunda-feira, 14 de outubro de 2013
 
 
 

Faltando um pouco mais de uma semana para a Corrida Internacional de Manaus, que acontece dia 24 de outubro, às 17h, na Avenida das Torres, o titular da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), Fabrício Lima, anunciou na manhã desta segunda-feira, 14, duas grandes novidades para a competição. A primeira é a presença dos adversários mais temidos das pistas na prova, os africanos. E a outra é a nova premiação em dinheiro. Agora, além dos R$ 30 mil para a categoria Elite, o evento vai dar aos cinco primeiros amazonenses um total de R$ 10 mil.

“Nós resolvemos aumentar a premiação em R$ 10 mil para aqueles que representam o Amazonas. Logo, os primeiros colocados da masculino e feminino irão receber R$2 mil, o segundo R$1.200, o terceiro R$ 1 mil, o quarto R$ 500 e o quinto R$300. Afinal, já que a corrida é de Manaus e no aniversário da Cidade, nada mais justo que criar uma premiação especial para os atletas daqui”, comentou Lima.

O trio formado pelos quenianos Hillary Kitkogei, Betty Chetletihg, e o tanzaniano Kalisti Mihindi, está confirmado na V edição da Corrida Internacional. Os três devem chegar a Capital no dia 22 para aclimatação, acompanhados do agente deles no Brasil, Moarcir Marconi, o Coquinho.

“Eles confirmaram hoje à tarde que realmente vão participar da Corrida e posso dizer que eles são os grandes favoritos a prova, pois tem uma resistência muito boa e são altamente velozes. Além disso, será a estreia deles em corrida no Brasil e com toda certeza vão querer marcar território em solo brasileiro”, afirmou Marconi, ao comentar sobre o domínio africano nas pistas.

“A liderança dos povos africanos nas corridas não é resultado de algo isolado, mas sim de diversos fatores. Fisiologicamente eles são capazes de correr a mesma distância que os outros atletas, mas utilizando menos oxigênio. Além do que, eles têm menos gordura e mais fibras musculares, colaborando nos bons resultados das provas de longa distância. Por isso, temos sempre a impressão que eles estão voando na pista”, disse o agente.

Esta não é a primeira vez que os africanos participam do evento em Manaus. Em 2009, a queniana Eunice Jepkirui Kirwa e o tanzaniano Martin Hhaway Sulle venceram a prova. Em 2010, houve dobradinha e novamente Eunice Jepkirui Kirwa faturou a Elite Geral feminina, enquanto que a masculina foi ocupada pelo queniano Joshua Kiprugut Kemei.

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicidade




TecVidros
   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Cinema
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Cyber Café
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Hotspots (wi-fi)
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


Whatsapp Manausonline:
whatsapp (92) 98252-0123    


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2019