Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



Conflito entre pescadores deixa Fonte Boa sem peixe
Por Três Comunicação,
terça-feira, 12 de novembro de 2013
 
 
 

Conflito entre pescadores da zona urbana e rural do município de Fonte Boa (distante a 678 quilômetros de Manaus) vem prejudicando a comercialização e o abastecimento do pescado na cidade. Os que atuam na área urbana, ligados à Colônia de Pescadores, denunciam que os da zona rural estão impedindo-os de pescar dentro dos lagos disponíveis para isso, após a criação da Reserva Ambiental pela Secretaria de Desenvolvimento Sustentável (SDS). Antes da criação da reserva havia 26 lagos utilizados para a atividade. Agora, restam apenas cinco e os moradores daquela área veem os pescadores da zona urbana como concorrentes indesejáveis.  
 
A denúncia foi feita ao deputado estadual Sidney Leite (PROS). Em visita à cidade, o parlamentar se comprometeu em intermediar uma reunião com a SDS para regulamentar o acesso às áreas disponíveis para pesca.
 
São cerca de 600 pescadores que fazem parte da Colônia, residentes da zona urbana de Fonte Boa. Mas estima-se que o número total de pescadores na cidade chegue a mais de mil. Um dos prejudicados é Rony Von Renacon, 39, que faz parte da Colônia de Pescadores. Ele afirma que os moradores dos lagos que ficaram fora da reserva estão impondo regras para os pescadores das outras localidades.
 
De acordo com os trabalhadores da Colônia, a criação da reserva ocorreu sem que a categoria fosse ouvida. O pescador José Zuca, 48, destacou que são eles que abastecem a população da cidade, que agora sente o impacto da falta de peixe. “Quer dizer que nós não podemos, mas eles podem pescar a vontade. Estamos sem local. O acordo tem que ser cumprido”. O problema se agrava, pois os peixes da zona rural não chegam à sede do município, sendo comercializados nas cidades vizinhas.
 
Para o deputado Sidney Leite a alternativa é reunir os pescadores da Colônia, Sindicato e Associação, para discutirem o assunto com os órgãos ambientais. “Irei agendar uma visita com a secretária da SDS, os representantes de cada categoria estarão presentes e explicarão a realidade deles, a fim de que possamos chegar a um consenso. Se trata de um processo de negociação”, ressaltou, sugerindo que a reunião possa ser feita no próprio município.
 
 
 
 

 

Publicidade




TecVidros
   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Cinema
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Cyber Café
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Hotspots (wi-fi)
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


Whatsapp Manausonline:
whatsapp (92) 98252-0123    


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2019