Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



Comitê de Proteção a Crianças e Adolescentes na Copa
Por Roberto Sena, Semcom
sexta-feira, 31 de janeiro de 2014
 
 
 

Membros das esferas municipais e estaduais, ONGs e representantes de diversas entidades reuniram-se, na quinta-feira (30), no auditório da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) para debaterem as propostas iniciais para a criação do “Comitê Local de Proteção a Crianças e Adolescente Pró-Copa do Mundo”.
 
A apresentação do plano vem sendo elaborada há algumas semana. O trabalho começou com a descrição do que será esse Comitê, bem como sua ação na cidade de Manaus, antes, durante e após o período da Copa do Mundo. Nas próximas semanas, as propostas seguirão para ajustes da comissão que está encarregada da criação do Comitê.
 
O projeto tem como finalidade ser um vigilante social de crianças, adolescentes e mulheres em risco, visando o enfrentamento diário de toda e qualquer violação dos direitos desses grupos. A ideia é ainda chamar a atenção da sociedade civil organizada e autoridades para este debate a fim de uma mudança de postura em defesa dos direitos humanos.
 
A secretária-executiva da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Seas), Graça Prola, disse que a criação do Comitê já era planejada há algum tempo, mas no processo foi detectado que não havia necessidade de duas unidades deles (um municipal e outro estadual) atuando na mesma atividade. Com essa observação, foi possível reunir-se com a Prefeitura e delegar apenas um Comitê estando este sob a responsabilidade da administração municipal, por meio da Semasdh, sendo apoiado pela Seas e outros parceiros.
 
Graça explicou que tantos o Poder Municipal quanto o Estadual estão preocupados e atentos à Copa do Mundo, já que se trata de um grande evento. A proposta é evitar que crianças e adolescentes sejam vítimas de trabalho infantil, tráfico internacional,  exploração sexual, abandono, e negligência, principalmente neste período. Pois, durante a Copa do Mundo na África do Sul, foi relatado que muitos jovens desapareceram de Joanesburgo e não retornaram mais a cidade. Nesse sentido, o Comitê vai enfrentar tais situações, visto que o fluxo de turistas internacionais na cidade de Manaus e demais cidades-sedes da Copa do Mundo no Brasil será alto.
 
Delegações
A diretora do Departamento de Proteção Social Especial (DPSE) da Semasdh, Gecilda Albano, explicou que o planejamento de ações desta e das próximas reuniões será para pactuar o Comitê e delegar as atividades para cada órgão e entidades envolvidas na criação e atividades deste. “Na reunião desta semana, foi sugerido que o Comitê passe a se tornar fixo após a Copa do Mundo, visto que a Copa deixará um legado para a cidade e para o país”.
 
A secretaria municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia Ribeiro, relatou sua preocupação no sentido de Manaus proteger suas crianças e adolescentes. “Essa é uma ótima oportunidade para chamarmos a atenção da sociedade com este projeto, visto que existe uma união de poderes em prol das crianças e adolescentes”.
 
Para a chefe da Plataforma Amazônia do Unicef, Unai Sacona, um dos grandes desafios é também estimular os turistas nacionais e internacionais que aqui chegarem a se tornarem agentes transformadores, sabendo a quem recorrer em casos envolvendo crianças, adolescentes, homens e mulheres. E que a comunicação por meio de materiais impressos, mídia eletrônicas, e outros meios seja feita além do português, em no mínimo duas línguas estrangeiras como inglês e espanhol, levando-se em consideração as estatísticas de visitantes para o período da Copa. “O Unicef está de braços abertos para este projeto do Comitê Pró-Copa, que pretende enfrentar todo o tipo de exploração contra crianças e adolescentes” destacou.
 
Fazem parte do Comitê, Semasdh, Seas, ONGs, Cedeca Pé na Taba (Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente), Amazonastur, Manauscult, CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) CEDCA-AM (Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente), conselhos tutelares, UNICEF, entre outras entidades, formando assim uma rede de proteção à criança e ao adolescente na cidade de Manaus e no estado do Amazonas.
 
 
 
 

 

Publicidade
   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Cinema
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Cyber Café
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Hotspots (wi-fi)
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2020