Principal        Turismo        Lazer        Gastronomia        Notícias        Serviços        Educação      


Notícias



Copa América de Jiu-Jítsu reúne mil lutadores dias 22 e 23
Por Semcom,
quarta-feira, 19 de março de 2014
 
 
 

Copa América de Jiu-Jítsu reúne mil lutadores dias 22 e 23
Copa América de Jiu-Jítsu / Antônio Lima/Semjel e Leonardo Ono

Após bater a meta de mil inscritos, a Copa América de Jiu-Jítsu Esportivo 2014 faz os últimos ajustes para receber os lutadores neste sábado e domingo, 22 e 23, a partir das 9h, no Ginásio Ninimberg Guerra, localizado no São Jorge, zona Oeste.

O evento, que é uma realização da Federação Amazonense de Jiu-Jítsu Esportivo (Fajje), com apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), terá atletas da Guiana Francesa, Bolívia, Chile, Venezuela e representantes dos Estados do Pará, Rondônia, Acre, assim como lutadores amazonenses e de municípios próximos.

Segundo o presidente, em exercício, da Fajje, Rildo Heros, a participação em massa dos atletas na competição é um indicativo da qualidade do evento. “Depois que as inscrições encerraram, ainda teve gente procurando. Entretanto, resolvemos estipular mil vagas, para garantir que os lutadores recebam toda a atenção devida e também por prezarmos pela competição”, afirmou.

A Copa América de Jiu-Jítsu Esportivo vai contar pontos para o ranking, além de premiar em dinheiro as cinco melhores academias, conceder troféu e medalha para os três primeiros lugares e um quimono para o vencedor da Absoluto.

Nipo-amazonense
Entre os mil atletas que participarão da Copa América de JJ, está Hatiro Ono. O amazonense, descendente de japonês, morou por oito anos na Terra do Sol Nascente, mas garante que os lutadores mais cascas-grossas estão na capital do Amazonas. “Manaus está na frente. É o maior polo de Jiu-Jítsu do mundo. Aqui só tem casca-grossa. Ser campeão aqui é um sonho e privilégio”, disse o lutador da equipe Márcio Pontes, que ano passado se deu bem na Copa ao faturar a medalha de ouro pela categoria Pesadíssimo. Este ano, o atleta pretende repetir o feito e conquistar o bicampeonato pela categoria. “Minhas expectativas são as melhores possíveis para o evento. Ano passado, depois da Copa América, fiquei lesionado, com uma hérnia na lombar. Pensei que não iria mais competir, mas meu fisioterapeuta, Marcos Sabá, fez um ótimo trabalho e agora vou para a Copa na raça”, garantiu o amazonense, ao contar que herdou do avô o nome e amor pela arte suave.

“A arte marcial está no sangue. Meu avó, que era japonês, foi um dos primeiros a trazer o judô para Manaus e tenho muito orgulho da nossa história. Eu nunca enveredei pelo judô, mas minha paixão pela luta veio graças ao patriarca da família”, afirmou. 

 

 

 

 

 

 

Publicidade




TecVidros
   
TURISMO
Agências de Turismo
Artesanato
Bibliotecas
Casas de Câmbio
Consulados
Ficha
Fotos
História
Hospedagem
Igrejas
Informações
Pontos Turísticos
Mapas
Municípios
Museus
Pescaria
Shoppings
Teatros
Zona Franca de Manaus

LAZER
Bares
Casas Noturnas
Cinema
Eventos

GASTRONOMIA
Cafeterias
Café Regional
Churrascarias
Guloseimas
Lanchonetes
Pizzarias
Restaurantes
Sorveterias
SERVIÇOS
Cyber Café
Caixas Eletrônicos 24h
Delegacias
Farmácias 24h
Hospitais
Hotspots (wi-fi)
Notícias
Telefones Úteis
Táxi

EDUCAÇÃO
Infantil
Escolas Públicas
Escolas Particulares
Curso Superior
Curso Técnico
Siga nas redes sociais:
Twitter   Facebook   Instagram


Whatsapp Manausonline:
whatsapp (92) 98252-0123    


No seu bolso:
Download na Apple Store

Download na Google Play

ManausOnline.com
Copyright © 1996-2019